Procura por transmissões em direto cai consideravelmente nas últimas semanas

Transmissão em direto

Desde o início do período mais critico da pandemia, nos meses de maio deste ano, que se verificou a tendência dos utilizadores pesquisarem também mais por conteúdo em direto sobre as redes sociais.

No seu pico, e em período de quarentena, muitos começaram a utilizar os sistemas de transmissões em direto sobre o Instagram, Facebook, Twitch e outras plataformas como forma de encontrar e distribuir entretenimento.

A procura pelo termo “lives” foi um dos que registou o maior crescimento, mas tal como começou a surgir o aumento da pesquisa do termo, surge também agora a tendência de este começar novamente a cair em desuso.

Numa altura em que o pico das emissões em direto tem vindo a passar, a procura pelo termo tem vindo também a cair consideravelmente em vários mercados. De acordo com os dados do Google Trends, a pesquisa pelo termo “lives” tem vindo a cair consideravelmente desde que o período mais critico da quarentena parece ter passado.

tendência das lives

Em Portugal, este pico parece ter-se registado entre 31 de maio e 6 de junho, sendo que a tendência parece agora estar a cair para valores normais “pré-pandemia”.

Isto confirma também que o uso da funcionalidade tem vindo a cair consideravelmente nas últimas semanas, conforme também a quarentena tem vindo a ser levantada de vários países.

No entanto, não deixa de ser importante relembrar que apesar de os períodos mais críticos da pandemia terem sido verificados no início do ano, isso não quer dizer que a mesma ainda não se encontra presente na sociedade – e será algo que todos devemos reforçar quando às medidas de proteção e segurança que ainda devem ser mantidas tal como nos primeiros meses de 2020.

Related Posts